A Ordem do Brilho

Tenho um amigo do qual amo tudo o que ele escreve. Pra falar a verdade tem alguns anos que não leio nada dele, e uns bons meses que não o vejo. Mas esses dias lembrei de um texto dele que eu gosto muito até hoje. Pedi permissão pra postar, e aí está. Enjoy!

========================================

A Ordem do Brilho

Estrela que não brilha… eu, você? Já não sei qual é a ordem pra brilhar.

São apenas coincidências?

‘Eu nasci no dia do meu aniversário.’

Quanta gente que comemora aniversário dia 01 de março ou 28 de fevereiro não podem falar isso, já que nasceram no dia 29, que nem sempre existe?

São apenas afirmações óbvias?

‘O cara que tava dirigindo o carro atropelou o rapaz.’

Claro que podia ter atropelado qualquer outra coisa, e não necessariamente o carro precisa de motorista pra atropelar alguém. Já esqueceu o freio de mão em um morro pra ver o que acontece?

São apenas pleonasmos?

‘Ele é um maníaco, tem uma obsessão compulsiva por morte.’

Poxa, só porque o cara é maníaco, não quer dizer que ele seja obsessivo. E não é por ter uma obsessão que ela tenha de ser compulsiva.

Qual é né gente? Muita gente é obcecada por coisa nova e controla os impulsos.

São apenas erros, repetições?

Quanta gente que comemora aniversário dia 01 de março ou 28 de fevereiro não pode falar isso, e não necessariamente o carro precisa de motorista pra atropelar alguém.

São apenas confusões, delírios?

Claro que podia nascer no dia 29, só porque o cara é maníaco e esquece o freio de mão, que nem sempre existe?

São apenas as ordens, palavras?

Já esqueceu um morro no dia 01 de março pra atropelar os impulsos? Quanta gente é obcecada por motorista impulsivo e não podem falar isso?

Outra coisa é a gente né?

São apenas verdades, mentidas?

‘Eu nasci dirigindo um carro com uma obsessão compulsiva por morte.’

Claro que podia ter sido no dia 28 de fevereiro. Só porque eu sou maníaco, preciso de motorista pra comemorar o aniversário?

Qual é né obsessão? Impulso por coisa nova sempre existe.

São apenas risadas, correria, gritos?

‘A morte atropelou meu aniversário com uma obsessão pelo cara que nasceu no carro.’

Poxa, só porque o carro nem sempre controla os impulsos, não quer dizer que a morte exista e alguém que não pode falar compulsivamente exista também.

Ou o cara atropelado que nasce obcecado no dia do meu aniversário. Ou as coisas novas do dia 01 de março que alguém de carro impulsionou num morro. Ou qualquer outra gente que esqueceu de atropelar o 28 e não controla o fevereiro.

São apenas momentos, maluquices, reflexões?

‘Eu nasci no dia que o maníaco compulsivo dirigia o carro e atropelou a morte no morro do dia 28 de março.’

Quem morreu já foi, quem não foi tá por aqui ainda. Quem tá aqui já morreu, morreu quem ainda tá por ir. Foi quem morreu ainda hoje, ontem, amanhã, não importa.

A ordem dos fatores não altera o produto. Mas o produto altera os fatores da ordem.

E aí, já me viu brilhar? Já se viu brilhar?

Já viu o brilho de alguém por perto ou por perto alguém o brilho viu brilhar?

Cara, que confusão. Manda uma luz aí!

O problema é que o mundo está iluminado demais, são poucas as estrelas que nós vemos brilhar.

(Maomede Moreira Junior)

Anúncios

Um comentário em “A Ordem do Brilho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s