Conto: Sobre como eu não consigo escrever contos

“Era uma noite escura e tempestuosa”

Não, muito clichê. Idiota, até. É como se só existissem noites escuras e tempestuosas para se começar uma história. Fala sério, não vivemos no ambiente da trilogia Matrix.

“O casal se encontrou em uma manhã ensolarada de verão e…”

Lá vou eu de novo, mergulhando fundo em clichês. Aposto que daqui a pouco falarei de uma princesa que é salva de um dragão por um bravo e galante cavaleiro.

“A chuva caía torrencialmente quando ele a vislumbrou: linda, até mesmo encharcada pela tempestade. Ainda mais linda quando xingava tudo à sua volta após o guarda-chuva quebrar. Decidiu ir até ela, era uma chance que não podia se dar ao luxo de perder. Ao se aproximar…” Continuar lendo